terça-feira, 20 de abril de 2010

Alta Competição

O futebol arrasta multidões, desfaz amizades, ajuda políticos, enriquece jogadores, dirigentes e empresários e enlouquece os adeptos. É um fenómeno que poucos sabem explicar.
Há muitos anos, um jogo aparentemente sem importância fez tremer a minha pacata cidade: frente a frente iriam estar a equipa dos alunos do Liceu e a equipa dos alunos do Asilo.
O meu irmão, que era aluno do Liceu, encarregou-se de espalhar a novidade lá em casa e a emoção crescia à medida que o dia se aproximava. Eu queria que o Liceu ganhasse, claro.
O dia chegou e o Liceu ganhou. A claque do Asilo ficou furiosa, acusou o árbitro de favorecer o Liceu ( já nesse tempo o árbitro era ladrão e filho desta e daquela) e andou pelas ruas insultando os estudantes do Liceu e quem os apoiava. Fizeram até uns versos com muita piada:

O Liceu é um ladrão
Que roubou o campeonato
E se ele ganhou a taça
Foi à custa do Sr. Rato*

Essa taça está guardada
com muitas recordações
pois o Asilo foi jogar
com uma cambada de ladrões

Olha o Asilo a taça a ganhar
Mas veio o Liceu e tratou de a roubar
Olha o Asilo com a sua equipe
O liceu ganhou por ser da elite

Essa taça foi roubada
Ninguém sabe mas sei eu
Foi pela grande quadrilha
Dos que andam no Liceu

Para mim, tudo isto terminou muito mal. Algumas alunas da 4ª classe apanharam-me à saída da escola e, ao cimo da rua, deram-me uma tareia monumental, tudo porque pertencia à elite do Liceu.
Quem me manda a mim dar a conhecer as minhas preferências clubistas...

* O árbitro da partida.

5 comentários:

Isabel I disse...

História com que a mãe ilustra a afirmação de que foi vitima de bulling.

zira disse...

O mundo não era então "uma aldeia global" e não há muitas pessoas a falar dele. Muito mais com esta graça e "elegância".

Guilhotina disse...

Porque é que a seguir ao post só aparece 1 comentário e estão cá dois?

Isabel I disse...

E agora aparecem 2 e estão cá 3.Mistério...

Catarina disse...

demora um bocadinho a actualizar