sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

A velha Amiguinha

Ela não gostava de assobios. Tinha muita idade e muito mau feitio. Vivia numa aldeia alentejana muito branca, muito limpa, onde as pessoas esfregavavam o bocado da rua que lhes passava à porta.
Mas esta tal velha tinha sempre que embirrar e não suportava que alguém passasse na rua a assobiar. O Antonico, miúdo endiabrado e brincalhão, atreveu-se e, de mãos nos bolsos e boina às três pancadas, ele aí vai, rua acima.
A velha Amiguinha estava sentada à porta, a escolher grão para uma panela de barro. E o Antonico aí vem, assobiando distraído; sem saber como, levou com a panela de barro e os respectivos grãos: um golpe profundo do lado direito da cabeça foi a marca que ficou para toda a vida.
Só por ter assobiado distraído na rua da velha Amiguinha...

7 comentários:

Guilhotina disse...

Hoje a minha Mãe faz 76 anos, por isso vou ter de mudar o cabeçalho do blog. Por isso também deixo aqui escrito aos quatro ventos como amo e admiro uma mulher espantosa de força e alegria, que a vida nunca derrubou e que tem sido exemplo para todos nós. Parabéns, minha querida Mãe!

Catarina disse...

Parabéns Catita!
Hoje foi dia de almocinho, com bolo de chocolate e umas meias do benfica que ela gostou!

Catarina disse...

Fizemo-nos convidados para o almocinho e até o Popov teve direito a peles de bacalhau. Demos-lhe um fio de prata com uma medalinha do Santo António. E assim ela não esteve sózinha no dia dos anos. Beijinhos Mãe!!! Isabel I

tiana disse...

Parabéns Maria Clotilde pela força e tenacidade dos teus 76 anos, Bem haja por seres quem és. A tua Ana

Isabel I disse...

Então, não foi a Catarina que fez o 3º comentário! Isabel I

Guilhotina disse...

Eu percebi mana, mas era como aparecia no mail.

Catarina disse...

isso acontece porque ela quando cá vem a casa se apodera do PC, e como normalmente é a minha conta que está ligada...